LEMBRAR ABRIL DEVE SER UMA CONSTANTE

 

Numa altura em que o país caminha para um extremismo que os militares  de Abril quiseram banir com a Revolução dos Cravos, evocar o 25 de Abril e lembrar José Afonso e Adriano Correia de Oliveira deve ser uma vontade e uma acção constante.

No ano em que passam 25 anos sobre o desaparecimento físico do Zeca e 30 anos sobre o desaparecimento físico do Adriano, as iniciativas começam a surgir um pouco por todo o lado. E em Mira, “Abril, lembranças mil” é a iniciativa que, de 20 a 30 de Abril, faz recordar o papel dos militares na defesa da democracia, na defesa de um caminho que contribuiu para que o povo fosse à luta pelas suas conquistas. Conquistas que, agora, nos querem tirar, nos estão a tirar.

Dessa iniciativa, organizada por várias entidades em espírito de grande parceria, destaca-se o dia 28 de Abril onde José Afonso e Adriano Correia de Oliveira vão ser lembrados, homenageados e cantados por companheiros e amigos que chegarão a Mira vindos de vários pontos do país.

E Mira, que é já a capital da columbofilia, será nestes dias de Abril a capital da liberdade. Onde, porque é urgente e necessário, se dará mais um passo, um grande passo, para que Portugal continue no caminho certo, no caminho da democracia, da cultura e da cidadania responsável.

 

“ABRIL, LEMBRANÇAS MIL”

 

MIRA, CAPITAL DA LIBERDADE

20 A 30 DE ABRIL

 

De 20 a 30 - “FRAGMENTOS DE ABRIL”, pintura de artistas mirenses (Átrio da Câmara Municipal de Mira)

De 20 a 30“PALAVRAS DE ABRIL”, parede de poemas (Biblioteca Municipal de Mira)

De 20 a 30 – “MEMÓRIAS DO 25 DE ABRIL”, exposição bibliográfica (Biblioteca Municipal de Mira)

De 20 a 30 – Projecção da série documental “MAIOR QUE O PENSAMENTO”, sobre José Afonso, da autoria de Joaquim Vieira (Bibliotecas Escolares de Mira)

De 20 a 30 - Projecção do filme “SE A MEMÓRIA EXISTE” de João Botelho, baseado numa história de Manuel António Pina (Escolas de Mira e Bibliotecas Escolares de Mira)

De 23 a 27 - “LER ABRIL”, exposição bibliográfica e “ABRIL ESCREVE-SE E ILUSTRA-SE DE MIL MANEIRAS”, mostra de trabalhos de alunos sobre o 25 de Abril (Biblioteca Escolar da EB de Mira)

De 23 a 27 – “SENTIR ABRIL”, exposição histórica e documental, passagem de filmes e documentários, concurso, sugestões de leitura, música e sessões multimédia e informativas sobre o 25 de Abril  (Biblioteca Escolar da ES de Mira)

Dia 24, 20H30 - Tertúlia “CONVERSAS AO BORRALHO” com Mário Tomé e música interpretada por Constança e Custódio Monteiro, Ciclos, Grupo Coral de Mira e Sumeterraio (Biblioteca Escolar da EB de Mira)

Dia 25, 11H00EVOCAÇÃO DO 25 DE ABRIL com largada de pombos, “Música de Abril” e pintura ao vivo com o artista Paulo Manata Fixe (Jardim Municipal de Mira)

Dia 25, 16H30 - Tertúlia “AS PORTAS QUE ABRIL ABRIU” com João Reigota, Manuel Matos e a Associação Cívica José Estêvão (Café Aliança, em Mira)

De 26 a 30 - Exposição de pintura de Ana Maria Reigota, Fernanda Baptista, Maria Do Céu Morgado, Miguel Alegrio e Zélia Morais (Café Aliança, em Mira)

Dia 28, 15H30HOMENAGEM DO PODER LOCAL A JOSÉ AFONSO e a ADRIANO CORREIA DE OLIVEIRA (Salão Nobre da Câmara Municipal de Mira)

Dia 28, 16H30AMIGOS MAIORES QUE O PENSAMENTO com as palavras dos companheiros e amigos Alípio de Freitas, Álvaro de Carvalho, Álvaro Fernandes, Camilo Mortágua, Carlos Carranca, Helena Pato, José Levy Domingos, Rui Pato, entre outros, e a música e as canções de Zeca Afonso e Adriano Correia de Oliveira interpretadas por Arnaldo Carvalho, Aurélio Malva, Carlos Albano, Jorge Monteiro, Nocturno – Grupo de Fados, Ciclos e Sumeterraio (Casa do Povo de Mira)

Dia 29, 16H30 – Projecção do documentário “À PROCURA DO SOCIALISMO”, de Alípio de Freitas e Mário Lindolfo seguido de debate e música (Café Aliança, em Mira).

 

A iniciativa integra-se no Projecto Amigos Maiores que o Pensamento, e tem organização conjunta do Projecto Cultura e Cidadania (Mira), da Biblioteca Escolar da EB de Mira, da Câmara Municipal de Mira, da Associação José Afonso, do Movimento Republicano 5 de Outubro (Coimbra), da Associação 25 de Abril e do Clube Literário de Mira e conta com o apoio e a colaboração do Agrupamento de Escolas de Mira, do Café Aliança (Mira), da Casa do Povo de Mira, da Diligência Bar (Coimbra), do Eurocompras (Mira) e do Movimento Escrita e Combate (Mira).

tags:
publicado por António Veríssimo às 11:12 link do post | comentar | favorito