A LUTA CONTRA O TABAGISMO

A luta contra o tabagismo tem vindo a acentuar-se nos últimos tempos e Lourdes Barradas, coordenadora da Comissão de Tabagismo da Sociedade Portuguesa de Pneumologia veio defender uma maior restrição da lei do tabaco.
Para além desta posição, são públicas outras posições sobre o tabaco que é maléfico para a saúde dos fumadores e não só. Aqueles que estejam perto de um fumador também são prejudicados. São os denominados fumadores passivos.
Estando perto o Dia do Não Fumador, 17 de Novembro, vem a talhe de foice lembrar que tabaco é a principal causa de morte prematura, calculando-se que cada cigarro diário, reduz um ano na esperança de vida de um fumador regular.
A nicotina, um dos principais componentes do tabaco, é um estimulante potente. Alguns segundos após a inalação do fumo, a nicotina alcança o cérebro e estimula a produção de adrenalina. A libertação desta substância, produz um aumento do ritmo cardíaco e da pressão arterial. A dependência causada pela nicotina é equivalente à da heroína ou da cocaína.
Por isso, as lutas diárias que se travam contra o tabagismo merecem aqui nota positiva.

tags:
publicado por António Veríssimo às 16:18 link do post | comentar | favorito